Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

Catalogo dos governadores do Reino de Angola

Encontrei no Google a cópia digitalizada de um livro publicado em 1826 pela Academia Real das Ciências que faz parte de uma colecção intitulada "Noticias para a historia das nações ultramarinas que vivem nos dominios portuguezes, ou lhes são visinhas."

 

A parte II do tomo III refere-se ao " Catalogo dos governadores do Reino de Angola. Com huma previa noticia do principio da sua conquista, e do que nella obrarão os governadores dignos de memória."

Neste livro vão sendo mencionados todos os governadores de Angola desde Paulo Dias de Novais, em 1574, até ao ano de 1784.

 

Foi aqui que descobri a mais antiga referência ao Quitexe que vi, até hoje, publicada. Mais precisamente  a referência ao dembo Quitexe ao descrever o mandato do governador António de Vasconcelos. Segue-se a transcrição do texto em que mantivemos a grafia original.

Catálogo dos Governadores do Reino de Angola

 

 

Antonio de Vasconcellos

 

 

Antonio de Vasconcellos saltou em terra na noite de 4 de Outubro de 1758, e tomou posse em 14 do dito mez, governando cinco annos, sete mezes, e vinte e hum dias. No primeiro conquistou a celebrada pedra de Encoge situada entre os dous poderos«zos dembos Ambuilla, e Ambuella, sem que algum delles disputasse a posse, e formando-se o novo prezidio se lhe deu o nome de S. Jozé do Encoge. Foi cabo desta expedição Francisco Manoel de Lira tenente de granadeiros, que lhe deo a primeira forma. He a tal pedra huma prodigioza obra da natureza, e dentro do seu recinto pode receber hum grande exercito. He também útil a sua posse ao nosso commercio pelo concurso e frequência das nações circunvizinhas, sebem o clima he o mais enfermo de todo este sertão. Fez outra expedição contra Quindalla Quisongo sova do Libollo, a quem Jozé dos Santos capitão da artilharia do prézidio de Cambambe abrazou a banza, e libatas e cativou muita gente; pondo outro sova no estado, e pagando o deposto com este castigo o atrevimento de roubar as fazendas, que por suas terras conduzião os nossos pumbeiros.

Na província de Embaça avasallou aos dous potentados Molundo, e Quiangalla. Na de Encoge o dembo Quitexe, e em Benguella aos sovas Caxy, Pombabaculo, e Gambos.

            Levantou de seu pé o palácio da rezidencia dos governadores, que além de velho, e arruinado, era caza indigna para habitação de semelhantes pessoas, accrescentou-lhe os precizos commodos, e ficou a devida decência. Principiou a cidadella, que o governador D. João Manoel de Noronha fez de taipa, e deixou muita parte della feita de pedra, e cal, cuja obra completaria se governasse mais seis mezes.

He Antonio de Vasconcellos commendador na ordem de S. João de Jeruzalem, senhor de varias villas, e lugares da dita commenda, e filho de Theotonio de Soveral de Carvalho e Vasconcellos senhor do Couto de Vieiro do Reguengo de Vizeu no Algarve, das honras de Lamaçaes, e de D. Jozefa Maria de Vasconcellos.

publicado por Quimbanze às 23:51

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Pedro Francisco Massano d...

. “De Quibala a Malele (Nor...

. Angola - O Jardim dos Anj...

. ANGOLA (Do Meu Bornal de ...

. Catalogo dos governadores...

. O DESPERTAR DOS COMBATENT...

. Sangue no Capim (Cenas da...

. TU NÃO VISTE NADA EM ANGO...

. angola os dias do desespe...

. NAMBUANGONGO

.arquivos

. Abril 2010

. Setembro 2009

. Dezembro 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Junho 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds